Como foi criado a eletricidade - Experience

Como foi criado a eletricidade

Inicialmente é necessário esclarecer que vários cientistas participaram do processo de desenvolvimento da eletricidade.

Anúncios

Porém, o primeiro a notar a reação elétrica foi o filósofo grego Tales de Mileto, que viveu em 1000 aC.

focinho seculus VI-VII. Esfregando a madeira de âmbar (resina vegetal) com um pedaço de pano, observamos que a reação atraiu pequenos objetos.

A ocorrência foi chamada de elétron e, portanto, de eletricidade.

Vale acrescentar que o fenômeno presenciado pelo filósofo é o princípio da eletricidade estática.

Anúncios

Embora tenha sido um achado único, não atraiu o interesse de outras pessoas na época.

Somente por volta de 1600 o assunto foi revisitado pelo médico e físico William Gilbert.

Os avances na pesquisa deram origem a termos como elektrisk energi ouelektrisk energi.

Dessa forma, observou-se que não só o âmbar, mas também outras substancias podem causar efeito gravitacional, o que contribui para o estudo do magnetismo.

Anúncios

Seguindo em frente, em 1752, Benjamin Franklin demonstrou que o raio era elétrico através do famoso experimento com um balão.

Outra figura importante foi Otto von Guericke, que inventou uma máquina que gerava cargas elétricas através de uma bola de enxofre que girava e ficava conectada ao solo.

Uma das primeiras iniciativas de partilha de energia eléctrica com a população ocorreu em 1875, com um gerador instalado em Paris para alimentar as luzes da estação.

Outro acontecimento importante foi o surgimento da primeira hidrelétrica, construída na fronteira entre os Estados Unidos e o Canadá, nas Cataratas do Niágara.

Mesmo na década de 1920, o risco de perigo nas instalações elétricas era muito maior do que hoje.

Situações perigosas ocorreram com maior frequência porque os fios não estavam aterrados.

Vazamentos

Portanto, se dois fios estiverem danificados e houver vazamento de corrente elétrica de dois fios, o resultado poderá ser um incêndio ou um choque elétrico grave.

A tecnologia tem contribuído para a segurança das instalações, o arrasamento dos fios e o desenvolvimento dos interruptores.

Ou seja, se o edifício for construído nas décadas de 1950 e 1960, precisa de ser reparado.

A eletricidade permitiu a criação de uma variedade de aparelhos domésticos, comerciais e industriais.

Seja em casa ou no trabalho profissional, é natural que quando falta energia as pessoas fiquem confusas porque não conseguem abrir a porta elétrica, operar o elevador, tomar banho quente ou acessar a Internet.

Junto com a evolução, houve o entendimento de que as fontes de energia deveriam ser renováveis ​​e não deveriam interferir nos recursos naturais da região.

Dessa forma, a sociedade monitora a geração de energia elétrica nas seguintes condições: radiação solar, eólica (vento), biomassa (material orgânico) e oceano (energia das ondas).

Em relação às diversas propriedades da eletricidade, é importante ressaltar que ela tem a capacidade de se converter em outras formas de energia como calor, mecânica, sonora e luminosa.

Além disso, por meio da rede de transmissão e distribuição, esse recurso pode ser transportado por longas distâncias.

Hoje é impossível pensar nas atividades diárias mais simples sem eletricidade.

Portanto, considerando as principais áreas da sociedade, podemos dividir a importância da eletricidade nas seguintes.

Residencial: No setor residencial, verifica-se grande consumo de energia elétrica em equipamentos para alteração de temperatura, como ar condicionado, aquecedores e chuveiros elétricos.

Negócios: Computadores e equipamentos de escritório são os maiores responsáveis ​​pelo consumo de energia nessas áreas.

Um exemplo disso são as luzes LED que usam a eletricidade

Os equipamentos mais utilizados no ambiente empresarial são os de refrigeração, informática, refrigeração, iluminação e ventilação.

Industrial: Em ambiente industrial, a maior utilização é para aquecimento, refrigeração e ventilação de máquinas (motores), iluminação, computadores e equipamentos de escritório, bem como eletrodomésticos.

Agora que você entende a importância da eletricidade, devemos fortalecer uma das tecnologias mais eficazes para economizar energia nas residências modernas.

A automação em instalações residenciais reduzirá bastante o consumo.

Com eles é possível definir o tempo de funcionamento, ajuste de brilho e cor, remotamente.

Outra ferramenta importante para economizar dinheiro é um medidor de energia que mostra em quais condições há alto consumo de energia.


Fonte de informação: loja.br.abb.com