Indonésia com projeto de capital em Bornéu



Com partes de Jacarta (indonésia) afundando 10 cm por ano e cerca de quatro metros no total desde que os registros foram mantidos

A grande beleza da Indonésia são os enormes elefantes que o país exibe ao mundo todo, como jóias naturais



E as crianças transportam esses animais tranquilamente pelas ruas

Como é bom estar em contato com a natureza, ainda mais podendo se divertir ao mesmo tempo.

A natureza nos traz a reflexão daquilo que estamos bem mas, também daquilo que podemos melhorar.



Você pode se conectar de várias formas com seu eu interior

Mas pra mim não existe melhor forma do que estar em constante contato com a natureza e podendo usufruir de tudo o que ela nos proporciona

As fotos encantam o mundo todo com os animais se banhando em lagos e rios

Aliás os elefantes tem ótima memória e reconhece as pessoas facilmente se lembrando até da experiência que teve com elas

Se você está procurando uma experiência única no exterior, viver e estudar na Indonésia pode ser uma opção para você.



Com as praias mais belas do mundo, um estilo de vida tranquilo e acessível, uma economia em evolução

e um sistema de educação internacional, esta grande ilha no Sudeste Asiático se tornou um dos destinos mais multiculturais da região

O risco de inundações contínuas levou o presidente da Indonésia a anunciar que uma nova capital será construída.

O novo centro do governo será construído no que atualmente é uma selva tropical em Kalimantan Oriental

No lado leste de Bornéu.

Acredita-se que o crescimento insustentável de Jacarta e as questões ambientais, de saúde e econômicas

Relacionadas a ele foram outros fatores determinantes na decisão de mudar a capital.

O presidente Joko Widodo

O presidente Joko Widodo também observou em seu discurso na televisão que o país nunca teve a chance de escolher seu próprio capital em seus 74 anos de independência.

Diz-se que o local da nova capital se beneficia de um risco reduzido de desastres naturais,

Como os causados ​​por vulcões, terremotos, tsunamis e deslizamentos de terra.

O Greenpeace, no entanto, observou que a área é propensa a incêndios florestais.

Outras organizações ambientais também criticaram a medida, dizendo que o novo capital corre o risco de causar danos ao meio ambiente

Semelhantes aos de Jacarta, como a redução da qualidade do ar.

O departamento de Assuntos Ambientais e Florestais disse que está trabalhando em uma avaliação ambiental

Do projeto e espera finalizá-lo dentro do cronograma previsto para novembro.

Se esse estudo der luz verde à nova cidade, a construção está programada para começar em 2021,

Com os ministérios do governo começando a funcionar na nova capital em 2023 ou 2024.

Prevê-se que o custo do novo capital não seja inferior a US $ 32,7 bilhões, com os fundos sendo gerados por parcerias e empresas públicas e privadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *