Leilão de imóveis, saiba tudo sobre!

Primeiramente, você já sonhou em comprar um imóvel por um bom preço? Nesse caso, o leilão pode ser o negócio perfeito para você.

Anúncios



No entanto, ao selecionar leilão de imóveis, podem surgir dúvidas.

Esses problemas podem ser assustadores, especialmente para aqueles que não têm experiência em leilões.

Mas qualquer pessoa interessada em participar de um e receber um bom suporte pode fazer um negócio lucrativo.

O que é um leilão e como funciona?

É uma forma de comprar bens como imóveis, carros, joias, obras de arte e muito mais.

Anúncios



Então os interessados ​​devem apresentar propostas nos concursos, a partir do mínimo já determinado.

No primeiro caso, são aceitos valores inferiores à avaliação mínima do ativo.

Portanto, se não houver lance, ocorre a segunda fase, onde o menor valor do lance é menor que a avaliação. No final, o melhor negócio será feito.

As questões mais importantes em leilão de imóveis

Como funciona a avaliação de ativos?

Um laudo de avaliação determinando o valor do imóvel preparado por um oficial.

Anúncios



Para isso, são levados em consideração fatores como localização, status de proteção, preço de mercado de produtos semelhantes.

Que tipos de leilão existem?

Existem dois tipos de aplicações: judiciais e extrajudiciais.

Os leilões legais ocorrem quando a propriedade é confiscada ou penhorada por meio de processos judiciais.

Portanto, neste caso, o valor da venda é usado para pagar a dívida do proprietário.

Os atos extrajudiciais ocorrem por vários motivos e geralmente cometidos por empresas, bancos e até mesmo por indivíduos.

Anúncios



Enfim, na maioria dos casos, os ativos são penhorados no âmbito de um procedimento de concurso externo, que é utilizado como garantia da dívida pendente.

Qualquer pessoa pode comprar um imóvel leiloado?

Sim, seja físico ou online.

No entanto, você deve ser maior de idade e ser responsável por administrar seus ativos.

Só estão proibidas de participar nos concursos quem cumpra o disposto no artigo 690.º-A do Código de Processo Judicial.

Juízes, promotores e oficiais de justiça são alguns exemplos de pessoas que não podem participar de leilões.

Quanto tempo leva para registrar a documentação de um imóvel colocado a leilão?

No leilão extrajudicial, já é possível cadastrar o imóvel em nome do licitante em um prazo médio de 60 dias após o leilão.

Então, em um leilão judicial, o tempo médio varia entre 3 e 9 meses para legalizar a documentação em nome do licitante.

Quanto tempo leva para adquirir a propriedade em leilão?

Primeiramente, por leilão extrajudicial: o prazo de aquisição da posse varia entre 3 e 6 meses se houver processo de ordenação da herança com pedido de saída do imóvel (prazo médio).

No entanto, em caso de leilão legal: o prazo varia entre 4 e 12 meses até a incorporação por ordem judicial (prazo médio).

Leilões e vendas de mercadorias em lotes totais

Os leilões legais realizados separadamente: cada julgamento teve seu próprio leilão.

Portanto, hoje em dia, se tornou comum que vários leilão realizados no mesmo local e horário.

Enfim, dessa forma, podem comprados diversos itens, o que facilita o processo de compra dos compradores.


Contato com a empresa Sodré Santoro:

Telefone – (11) 2464-6464

Anúncios



E-mail – sass@sodresantoro.com.br

Rua Joaquim Marques de Figueiredo, 5-121 Distrito I, Bauru – SP

* Fonte da Informação: https://blog.sodresantoro.com.br/

Anúncios



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0