Aprenda como se planejar para pagar o IPVA e IPTU! - Experience

Aprenda como se planejar para pagar o IPVA e IPTU!

IPTU, IPVA, aluguel, material escolar, seguro saúde, seguro automóvel e check-in. São os gastos no início do ano que, embora recorrentes, grande parte da população devem ou começam o ano com um orçamento fixo.

Anúncios

Nesse sentido, uma alternativa financeira ao planejamento financeiro para IPVA e IPTU para iniciar o ano com maior equilíbrio financeiro poderia ser uma alternativa inteligente.

Saber como montar este plano de forma funcional e eficiente será, portanto, um grande desafio.

Afinal, não se deve esquecer que além dessas despesas, há também aquelas que pertencem a um mês normal, como água, luz, condomínio, alimentação.

Então continue lendo e veja como você pode melhorar seu trabalho sobre o tema.

Salário IPVA e IPTU: planejamento financeiro no início do ano

Anúncios

Antes de saber mais sobre o planejamento financeiro para IPVA e IPTU, você precisa ver o que realmente é planejamento financeiro.

É uma espécie de “ferramenta” que, por exemplo, leva você ou sua empresa às metas e objetivos que deseja alcançar.

Assim, por exemplo, se vai viajar com a sua família no final do ano, é imperativo que crie um plano financeiro que lhe permita atingir esse objetivo.

Isso significa que você provavelmente terá que economizar em viagens de fim de semana e até economizar em presentes de aniversário.

Anúncios

Mas se conseguir, terá um passeio tranquilo com o custo esperado.

Agora que você entende o que é planejamento financeiro e o que ele significa.

Contribuição predial

O imposto predial municipal e regional, conhecido por todos como IPTU, é um imposto cobrado pelo município e incide sobre os imóveis urbanos.

Essas propriedades, por outro lado, podem tanto casas quanto edifícios usados ​​para fins residenciais ou comerciais.

O valor do IPTU  baseado em algumas variáveis ​​que o governo leva em consideração.

Alguns exemplos dessas variáveis ​​são a localização do imóvel e a avaliação de sua localização.

Nesse sentido, o IPTU  cobrado anualmente e pode estar sendo pago à vista ou parcelado.

Mas é exatamente aí que reside o potencial de uma determinada economia.

Há um desconto de 3% a 10% para pagamentos à vista. Em outras palavras, uma boa economia, não é?

IPVA

No caso do IPVA, o IPTU, a cobrança é anual, assim como no caso do IPTU, mas incide sobre veículos automotores.

Esse cálculo é baseado no valor do carro segundo a tabela Fipe (Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas).

Difere ligeiramente (de 1,4% a 4%) do valor de mercado do veículo.

Note-se que existem veículos a motor isentos de impostos, mas aqueles que são obrigados a pagar e não recebem um acréscimo diário de multas e juros.

O IPVA também tem desconto para pagamentos à vista, que, assim como o IPTU, varia entre 3% e 10%.

Como é feito o planejamento financeiro do IPVA e do IPTU?

No entanto, tendo em vista que o IPVA e o IPTU possuem gastos anuais estimados.

É possível implementar um planejamento financeiro que os inclua e não torne o pagamento desses tributos sinônimo de grandes déficits orçamentários.

Então, mesmo sabendo que os impostos estão chegando no início do ano, você ainda precisa se organizar financeiramente para pagar esses custos em janeiro.

Portanto, salve os meses anteriores para que as grandes dívidas não aumentem com os gastos extras em janeiro.

Nesse sentido, veja quais são suas despesas mensais, avalie onde você pode economizar e economize.

Procure também investimentos que correspondam ao seu perfil de risco e foco.

Entenda que às vezes você tem que desistir desse desejo de curto prazo de ter paz diante de você.

Por isso, crie uma planilha em seu computador que liste todas as liberações planejadas e tente distinguir quais podem ser eliminadas para pagamentos à vista.

Veja quanto dinheiro você precisa para cobrir suas despesas mensais e veja como você pode alcançar seus objetivos.

Pense, por exemplo, em questões como quanto você precisa economizar e como você pode fazer isso.

Como você obtém as respostas para essas perguntas surge com o planejamento financeiro do IPVA e do IPTU.


* Fonte da Informação: valorinveste.globo.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *