Empréstimo Pessoal, maneiras segura de contratar

Quem nunca esteve preso a uma dívida e teve que procurar um empréstimo pessoal? Ok, acontece! Tudo bem, mas você precisa ter cuidado para não se envolver nesse tipo de empréstimo. É por isso que eu separei algumas dicas para não acabar em um buraco. Veja!

Anúncios



Anúncios



01 – Taxas de empréstimo pessoal muito baixa

Embora possa parecer óbvio para alguns, ainda muito quando se trata de empresas confiáveis ​​que oferecem muitos empréstimos abaixo das taxas de mercado.

É necessário investigar, verificar se a empresa realmente existe e investir no máximo de informações possível.

Você já ouviu esse ditado: “Se a esmola é demais, os santos suspeitam?” Este também é o caso dos empréstimos.

Você precisa fazer muita pesquisa sobre a empresa que deseja emprestar para ver se ela realmente existe.

Anúncios



Anúncios



Uma forma comum de fraude dessa maneira é solicitar um adiantamento para a emissão do empréstimo. Não existe!

02 – Pesquise sobre seu empréstimo pessoal

Para solicitar um empréstimo, algumas coisas podem ficar fora de controle; portanto, mesmo quando você recebe crédito, pense em como chegou lá.

A ideia principal é analisar suas despesas e colocar cada centavo (até café para o trabalho) em papel, planilhas ou algum outro método que funcione para você.

Isso ajuda você a honrar seus pagamentos de empréstimos antecipadamente e atualizar suas contas.

Anúncios



03 – Consiga um empréstimo para quitar dívidas caras

Procurar empréstimos com juros mais baixos para quitar dívidas caras é uma saída. Esse conselho pode parecer estranho, mas é mais fácil pagar novas dívidas a taxas de juros mais baixas do que aumentar dívidas caras todos os dias.

Anúncios



Portanto, mesmo se ainda houver uma dívida, será mais fácil de controlar.

No entanto, é importante ter em mente que existem diferentes tipos de empréstimos e sempre vale a pena pesquisar todos eles para verificar se você faz parte de um grupo que poderia se beneficiar de empréstimos contratuais.

04 – Compare CET

Algumas instituições podem não informar o valor real do seu empréstimo pessoal, pois você precisa calcular todos os custos que o banco cobra (taxas, seguros e taxas de registro), além dos custos de crédito.

Portanto, antes de assinar o contrato, analise não apenas a taxa de juros, mas também o custo real total de sua negociação.

De fato, compare o CET de uma empresa com outra, porque a empresa com as taxas de juros mais baixas pode não ser a melhor para você.

05 – Preste atenção ao padrão do empréstimo pessoal

Ao concluir um contrato de empréstimo pessoal, você pode tentar entender se realmente pode pagar as dívidas.

Se você não pagar a tempo, pode causar uma série de complicações por padrão, incluindo manchar seu nome.

Quando você não pagou as parcelas, corre o risco de não conseguir obter um empréstimo de outra instituição.

06 – As chamadas “Vendas casadas”

Como em outros setores, não fale sobre a necessidade de alugar outro produto para obter crédito.

Esta medida é estritamente proibida pelo Código de Defesa do Consumidor (Artigo 39 (I)) e constitui uma violação das relações com os consumidores.

Anúncios



Como consumidor, você tem o direito de comprar apenas o que solicita, sem precisar concluir a compra de outros itens.

07 -Taxa de juros do seu empréstimo?

Se você solicitar um empréstimo com uma taxa de juros muito alta, a dívida inicial se tornará ainda mais cara, o que prejudica seu orçamento pessoal ou familiar por vários anos.

Não é isso que queremos, é? Portanto, antes de assinar qualquer coisa, verifique a taxa de juros cobrada pelo valor que deseja cobrar.

Empréstimo pessoal que tenta fornecer soluções adequadas para quem solicita um empréstimo com uma taxa de juros mais justa


*Fonte de pesquisa: https://www.ciclic.com.br/emprestimo-pessoal/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0